19/07/2012

MATÉRIA (002) – PROPRIEDADES ESPECÍFICAS DA MATÉRIA


Algumas matérias podem apresentar propriedades que são utilizadas para sua diferenciação, conferindo-lhes um conjunto de características único.
As propriedades específicas da matéria, assim chamadas, são classificadas em três grupos:
- propriedades físicas;
- propriedades químicas;
- propriedades organolépticas.

Propriedades Físicas

As propriedades físicas da matéria são aquelas que podem ser observadas através da ação mecânica sobre um determinado corpo, ou pela ação da energia térmica (calor).
As principais propriedades físicas da matéria são:
- ponto de fusão – temperatura em que uma determinada matéria passa do estado sólido para o líquido e vice-versa;
- ponto de ebulição – temperatura em que uma determinada matéria passa do estado líquido para o gasoso e vice-versa;
- dureza – medidas em graus (0 a 10), representa a dificuldade de uma matéria em resistir à ação mecânica;
- tenacidade – ação mecânica (força) necessária para romper uma determinada porção de matéria;
- maleabilidade e ductilidade – facilidade com que se molda uma determinada matéria;
- permeabilidade – específica para o estado sólido, representa a capacidade de corpos materiais em absorver líquidos;
- condutibilidade – capacidade de uma matéria em transmitir a passagem de uma corrente elétrica;
- densidade – razão entre a massa e o volume de uma determinada matéria.

Propriedades Químicas

As propriedades químicas da matéria estão relacionadas com as reações químicas e funções inorgânicas e inorgânicas que esta pode apresentar.
Para que estas sejam estudadas é necessário o conhecimento dos conceitos atômico e molecular, valência, ligações químicas e uma série de itens apresentados na disciplina de ciências do nono ano do ensino fundamental, e aprofundadas na disciplina de química do ensino médio.
As funções inorgânicas da matéria são:
- ácidos;
- bases;
- óxidos;
- sais.
As funções orgânicas, conhecidas também como funções da química do carbono, são:
- hidrocarbonetos;
- álcoois;
- fenóis;
- aldeídos;
- cetonas;
- ácidos carboxílicos;
- éteres;
- ésteres.

Propriedades Organolépticas

Chamamos de propriedades organolépticas aquelas que podem ser facilmente percebidas pelos nossos sentidos.
As principais propriedades assim classificadas são:
- cor – dada pela frequência de onda luminosa refletida por uma matéria;
- brilho – capacidade de uma matéria em refletir ou absorver luz;
- transparência – capacidade de permitir ou impedir a passagem da luz por uma matéria;
- odor – o mesmo que cheiro;
- sabor – o mesmo que gosto.
Quanto ao brilho, a matéria pode ser brilhante, reflete a luz, ou fosca, absorve a luz.
A propriedade da transparência divide a matéria em transparente, permite a passagem da luz, ou opaca, absorve a luz.


Algumas matérias são conhecidas como insípidas e inodoras, o que significa, respectivamente, que não possuem sabor e odor.

Dúvidas e sugestões: professorthiagorenno@gmail.com

.

2 comentários: