9 de mar de 2012

DIVISÃO CELULAR (003) – MEIOSE


Denominamos meiose uma qualidade de divisão celular utilizada exclusivamente para a formação de gametas, células haploides especializadas na reprodução sexuada.
A meiose é classificada como uma divisão reducional, onde cada célula filha possui apenas 50% do material genético da célula que a originou.
No caso dos seres humanos, com 46 cromossomos divididos em 23 pares, cada célula resultante de meiose possui 23 cromossomos, um exemplar de cada par.
As divisões meióticas são mais extensas que as mitóticas, pois são divididas em 2 etapas (I e II), cada uma com suas respectivas fases (prófase, metáfase, anáfase e telófase).

Meiose I

A primeira etapa da meiose é muito semelhante a uma divisão mitótica.
As cromatinas são duplicadas e enoveladas em cromossomos, a prófase e a metáfase ocorrem sem alterações, assim como a telófase.
A terceira fase da divisão, a anáfase, é responsável pela diferença entre a mitose e a meiose I.
Enquanto na primeira as fibras do fuso são unidas em todos os cromossomos e separam as cromátides irmãs ao se encurtar; na segunda cada fibra é unida a um centrômero, levando cada par de cromátides para células diferentes.

Meiose II

A segunda parte da meiose também possui as fases encontradas na primeira, porém com as seguintes diferenças:
- não há duplicação dos cromossomos;
- as cromátides irmãs são, enfim, separadas na anáfase.


Como resultado, a meiose origina quatro células haploides, capazes de realizar a fecundação e originar um novo indivíduo.
A vantagem deste tipo de divisão celular para a reprodução é o fato de que se proporciona a variabilidade genética, o que pode conferir vantagens ao meio ambiente.

Dúvidas e sugestões: professorthiagorenno@gmail.com

.

Um comentário: