7 de mar de 2012

AR (005) – FENÔMENOS ATMOSFÉRICOS


Os fenômenos atmosféricos são resultantes da soma dos ventos, do ciclo da água, temperatura, incidência da luz solar e outros fatores, que nos proporcionam um leque incontável de variedades.
Além do estudo do clima e suas variações, três fenômenos chamam muita atenção da comunidade científica atualmente: o efeito estufa, o buraco na camada de ozônio e a chuva ácida.
A atenção voltada para tais itens está diretamente relacionada com as atividades de nossa sociedade, principalmente a grande capacidade de degradação do meio ambiente apresentada pelos seres humanos.

Efeito Estufa

O efeito estufa, ao contrário do que muitos creem, não é causado pela poluição do ar, que concentra uma grande quantidade de gases como o dióxido de carbono (CO2) – também chamado de gás carbônico - e o metano (CH4).
Cerca de 30 a 50% dos raios solares que atingem a superfície terrestre são por ela refletidos. Se toda essa radiação retornasse ao espaço, a Terra teria temperaturas mais frias e a manutenção da vida seria colocada em risco.
Uma camada de gases atmosféricos é capaz de reter parte da energia refletida, fazendo com que esta permaneça em nosso planeta e a temperatura seja ideal para os processos biológicos.
Este é o efeito estufa.

Muito se discute a seu respeito pelo fato de que as temperaturas em todo o mundo apresentam uma alta frequente.
Grupos de cientistas alegam que este fenômeno de aquecimento é causado pela grande emissão de gases da indústria e agropecuária (principalmente pela criação de gado e pelo desmatamento), recebendo o nome de aquecimento global.
Outros, por sua vez, alegam que a Terra está em constantes ciclos de ganho e perda de temperatura, o que torna o grande aumento de calor algo natural.


Buraco na Camada de Ozônio

O ozônio (O3)é um gás resultante da ação dos raios ultravioleta nas moléculas do oxigênio gasoso (O2) encontrado na atmosfera.


Uma vez formado na troposfera, o ozônio sobe até a estratosfera e forma uma camada responsável por filtrar parte dos raios ultravioleta presentes na radiação solar.
Os raios UV são prejudiciais à uma grande quantidade de processos biológicos e, por esse motivo, poderiam comprometer a manutenção da vida em nosso planeta.
O buraco na camada de ozônio é causado pela ação de certos gases, onde destaca-se o CFC (cloro-flúor-carbono).
Este gás libera na estratosfera seu átomo de cloro, que por ser muito reativo, quebra as moléculas de ozônio.
Estima-se que cada cloro liberado tenha duração de cerca de 100 anos neste processo de degradação, o que torna importante a proibição de gases com tal potencial.

Chuva Ácida

A chuva ácida é encontrada em regiões com grande atividade industrial ou atividade vulcânica, que liberam na atmosfera gases diversos, onde destacam-se o dióxido de enxofre (SO2) e os óxidos de nitrogênio.
Uma vez em contato com a água e o oxigênio, tais gases entram em reações químicas que formam ácido sulfúrico (H2SO4) e ácido nítrico (H2NO3), que se precipitam com a chuva e podem causar efeitos prejudiciais diversos na natureza.

Dúvidas e sugestões: professorthiagorenno@gmail.com

.

5 comentários:

  1. obrigada pela ajuda na minha pesquisa....

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo artigo. Me ajudou e muito na minha pesquisa!

    ResponderExcluir
  3. adorei esse texto agora ganhei (3,0) na media de geografia

    ResponderExcluir
  4. gostei muito desse texto também ganhei (3,0) na média de geografia

    ResponderExcluir