22 de dez de 2011

ROTINA DE SALA (002) – RPG E EDUCAÇÃO


Algumas escolas possuem salas com número de alunos reduzidos, o que muitas vezes faz parte da proposta pedagógica da instituição.
Em ambientes como estes é possível desenvolver atividades diferenciadas, que possibilitam experiências de aprendizado inéditas e eficazes.
Compartilho hoje uma atividade que realizei na Escola Lumiar - onde atuo como mestre desde julho deste ano.
A ideia era ensinar corpo humano de uma maneira diferente, sem lousa, sem caderno, sem exercícios ou qualquer outra prática convencional.
Com tal objetivo em mente, contei a seguinte história para a sala – que tem apenas cinco garotos entre 8 e 11 anos:

“Um mago - que buscava vingança sobre um reino distante - disfarçou-se de camponês e levou ao rei um barril do melhor leite encontrado na região. Sedento por tal iguaria, o rei serviu-se e se deliciou, sem suspeitar que caíra em grande armadilha.
O leite continha uma grande e perigosa magia, responsável por transportar para o organismo do rei o próprio mago.
Logo o rei ficou acamado e, à beira da morte, apenas um grupo de corajosos aventureiros poderia salvá-lo.”

A história foi dividida em nove aventuras, desenvolvidas durante todo o quarto bimestre. O sistema utilizado foi o “Dungeons & Dragons” 3º edição.
À medida que os encontros semanais iam passando, os estudantes puderam observar de forma lúdica e muito proveitosa processos como a troca gasosa, os batimentos cardíacos, o transporte de oxigênio no sangue, a absorção de nutrientes no intestino, entre outros.
O resultado pôde ser medido em um projeto paralelo – desenvolvido pela mestra Ariane Lazarini -, que trabalhou com dissecação de animais.
Segundo relatado, os alunos traziam informações sobre o funcionamento dos órgãos observado nos espécimes dissecados, citando as aventuras.
O RPG também promove melhoria do raciocínio lógico, trabalha o conjunto e a tomada de decisões e exercita as operações simples de matemática.


E você professor? Divida alguma atividade interessante conosco.
Se for aluno, diga o que seu professor fez em sala que chamou sua atenção.
Façamos deste blog um espaço democrático de troca de experiências, não apenas de conteúdo.

Dúvidas e sugestões: professorthiagorenno@gmail.com

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário