15 de out de 2011

EDIÇÃO EXTRAORDINÁRIA (002) – DIA DO PROFESSOR


Hoje é quinze de outubro e todo o Brasil comemora o dia do professor.
Posto estas palavras hoje, não para enaltecer a profissão que escolhi e pela qual acordo orgulhoso todos os dias de minha vida.
Hoje quero agradecer aos muitos responsáveis por ser quem sou.
Agradecer à Tia Marisa por ter me alfabetizado.
Agradecer à Dona Nadir por ter me elogiado quando mais precisei de boas palavras, e à Dona Otávia que, com sua fala doce, sempre acreditou em meu futuro.
Agradecer ao Cidão, que mesmo carrancudo, arrancava gargalhadas em meio aos mapas sócio-políticos. Também o faço à Dona Leuza, que me provou como os átomos são importantes.
Já que falamos de química, quero agradecer à Maria Helena por ter me feito apaixonar por tal disciplina.
Não posso, em hipótese alguma, deixar de falar da Graça – minha carinhosa “Tia” Graça -, que me ensinou a aplicar sentido, sensibilidade e coragem em minhas palavras.
Há também Bel e P.G., meus espelhos, meus ídolos, meus exemplos e, hoje, meus companheiros de profissão, já que também leciono biologia.
A lista ainda contém Eduardo, Presuntinho, Dona Cecília Suda, Dona Regina, Eduardo “Renato Russo”, Dona Valdete, Arthur, Marta, e tantos outros mestres que me ensinaram ser quem sou: um cidadão.
Quem agradece hoje não é o professor. Estas palavras são escritas pelo garoto levado que sempre prestou atenção em cada palavrinha, em cada gesto, em cada aviso.
Muito obrigado, meus queridos professores.

Thiago Rennó


Dúvidas e sugestões: professorthiagorenno@gmail.com
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário