7 de jun de 2011

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA VIDA (006) – PROTEÍNAS

O que denominamos proteínas são na verdade cadeias de um grupo de compostos menores conhecidos como aminoácidos.
Os aminoácidos são moléculas que possuem ligados em seu carbono alfa (primeiro da cadeia a ligar-se a um grupo funcional) um radical carboxila (-COOH) e um radical amina (-NH2).



Nosso organismo, no total, utiliza 20 tipos de aminoácidos diferentes para formar nossas proteínas. Estes, por sua vez, são divididos em dois grupos: naturais e essenciais.
Chamamos de aminoácidos naturais aqueles que podem ser produzidos pelo próprio organismo, nos quais encontram-se a glicina, a alanina, a serina, a cisteína, a arginina, a histidina, a asparagina, a glutamina e a prolina.
Já os aminoácidos não naturais são aqueles que necessitam ser oriundos da dieta, onde encontram-se a fenilalanina, a valina, o triptofano, a treonina, a lisina, a leucina, a isoleucina e a metionina.
A ligação entre dois aminoácidos é realizada entre o radical amina de uma molécula e o radical carboxila de outra. A esta união damos o nome de ligação peptídica.



CONFORMAÇÕES ESPACIAIS DAS PROTEÍNAS

Uma vez formada a cadeia peptídica, os aminoácidos podem realizar ligações entre unidades distantes umas das outras, configurando espacialmente as proteínas.
Desta maneira podemos encontrar os seguintes tipos de proteínas em relação à sua conformação espacial:
- primária – sequência linear de aminoácidos;
- secundária – filamento espiralado pela formação de pontes de hidrogênio;
- terciária – filamento enovelado pela formação de pontes bissulfeto;
- quaternária – união de duas ou mais estruturas terciárias, geralmente mediada por íons metálicos.



FUNÇÕES DAS PROTEÍNAS

As proteínas, entre as macromoléculas biológicas, são as que possuem a maior variedade de funções.
Dessa forma, podemos classificar as proteínas, de acordo com suas ações no organismo, em:
- estruturais – dão sustentação à estruturas e tecidos (ex.: colágeno);
- imunológicas – atuam na defesa do organismo (ex.: anticorpos, proteínas do sistema complemento);
- transportadoras – levam substâncias para diversos locais do organismo (ex.: hemoglobina);
- reguladoras – atuam controlando a ação de órgãos e células (ex.: hormônio insulina);
- de contração – atuam na contração muscular (ex.: actina);
- enzimas – catalisam reações metabólicas (ex.: amilase).

Dúvidas e sugestões: professorthiagoreno@gmail.com

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário